• Stê Arcanjo-CRTB-BR 5542

Vamos falar sobre CANNABIS?

Atualizado: Jun 27

Você viu que a ANVISA liberou a venda da MACONHA em medicamentos terapêuticos?Cannabis é o nome científico da maconha, que agora, sob prescrição médica, pode ser encontrada em farmácias.


A manipulação da substância não foi permitida, somente o produto finalizado.


Outra proibição foi o plantio da maconha para esse fim medicinal aqui no Brasil. Quem quiser trabalhar com a substância tem que importar. Como o texto da regulamentação não cita o cultivo e o uso para fins recreativos, entende-se que este continua proibido no país.


Ou seja, a substância cannabis foi liberada para fins terapêuticos específicos e não para "curtição"!


Eu sei que existe muito preconceito cultural com a palavra e a substância da MACONHA. Precisamos estudar a planta para entender melhor seus benefícios.



A planta CANNABIS tem três variantes e todos apresentam em sua composição terpeno-fenólicos chamados CANABINOIDES, o CANABIDIOL (CBD) e o TETRAHIDROCANABINOL (THC). O THC é psicoativo e, segundo as regras europeias e americanas de farmacologia, num medicamento terapêutico a base de cannabis, a concentração de THC só deve ser entre 0,001% e 0,2%, mais do que isso, somente para pacientes terminais e sob acompanhamento médico. É essa substância que deixa seu cérebro, digamos que, "perder o controle". Já o CBD tem propriedades antipsicótica, ou seja, oposta ao THC, e pode se apresentar uma composição de até 40%. (Para minhas alunas, essa é a composição das famílias bioquímica que vimos no módulo da Base da Aromaterapia)


Seguindo essa regra internacional, significa que a importação do Cannabis vai garantir a qualidade do óleo essencial com fins terapêuticos, compatíveis com o sistema de endocanabinoide do nosso organismo. Sim, a importação provavelmente já será do óleo essencial e não da matéria orgânica, porque somente assim a indústria pode analisar os componentes químicos.


Mas porque usar a cannabis?


Primeiro, precisamos entender mais sobre o SISTEMA ENDOCANABINOIDE, sistema fisiológico descoberto no início do século XX, enquanto cientistas estudavam os efeitos da cannabis no corpo humano, e é por isso que leva esse nome.


O sistema edocanabinoide é uma rede de neuromomuladores chamados canabinoides endógenos. O termo ENDO vem de endógeno, que significa que é produzido dentro do organismo, tecido ou célula. Os CANABINOIDES, são os mensageiros químicos do corpo. Então, esse sistema é uma coleção de enzimas e receptores, produzidos naturalmente pelo organismo, que funcionam como sinalizadores entre as células e os processos do corpo, estando presente em todas as membranas celulares de todo o organismo: nos tecidos conjuntivos, no cérebro, nos órgãos, nas glândulas e nas células imunológicas. Ele também está situado na ligação entre os sistemas do corpo, permitindo a interação de diferentes células e as funções centrais do organismo.


A Cannabis possui canabinoides EXÓGENOS (que é produzido fora do organismo humano), que são o CANABIDIOL (CBD) e o TETRAHIDROCANABINOL (THC), como já vimos acima.


Os pesquisadores identificaram 2 receptores endocanabinóides; CB1 e CB2.


Os receptores CB1, está presente principalmente no sistema nervoso central e na medula espinhal e é estimulado pelo TETRAHIDROCANABINOL (THC). Eles são responsáveis por impactar o hipotálamo e as amigdalas.


Já os receptores CB2, é encontrado no sistema imunológico e na periferia do sistema nervoso central, e é estiumulado pelo CBD, o exogenocanabinoide.



Há dois tipos de fitocanabinoides, 1 e 2, CBD1 e CBD2, na Cannabis e que atuam de forma positiva nos sistemas nervoso central periférico, digestivo, cardiovascular, imunitário e hormonal, melhorando funcionamento e desenvolvimento.


Os exogenocanabinoides estão presentes em outros alimentos, além da planta da maconha, como no leite materno, na linhaça e na copaíba.


A comercialização de produtos à base de cannabis proprocionará qualidade de vida a pacientes que sofram com doenças crônicas e degenerativas. Também auxiliará no cuidado com autistas e outras síndromes cognitivas. Os CBDs são indicados para tratar convulsões, nervosismos e espasmos neurológicos e muitas outras patologias. É por isso que é tão indicado o uso da cannabis.


A regulamentação da Anvisa passa a valer em 90 dias, e autoriza as farmácias a venderem os medicamentos, que podem ser para uso oral ou nasal, então podem surgir óleos essenciais de cannabis sim! (Espero que esses medicamentos não custem caros, pois o público necessitado dele, com absoluta certeza, já tem altos gastos com outras terapêuticas.)


No exterior, existe o óleo essencial de HEMP ou cânhamo, no português, que apresenta todas essas propriedades. E aqui no Brasil, nós temos um óleo muito parecido com ele e que é rico em sesquiterpenos, similares aos terpeno-fenolicos canabidiol, do tipo CBD1 e CBD2. Você sabe qual é?


É o óleo de COPAÍBA!


A melhor definição do óleo de copaíba que eu ouvi recentemente foi que ele é o "OURO LÍQUIDO". É um óleo tão polivalente e poderoso que esta definição é completamente justa.



Composto por porções fixas (como por exemplo, os ácidos diterpênicos, hardwicklico e copaífero) e por porções voláteis (beta-cariofileno, alfa-humuleno e óxido de cariofileno). A parte fixa chamamos de óleo resina e a parte volátil de óleo essencial.


A comparação da copaíba com o óleo da cannabis é devido ao componente químico que os dois apresentam, o sesquiterpeno Beta-cariofileno, que é um fitocanabinoide que se liga ao receptor CB2, aquele que atua diretamente no sistema nervoso central, liberando endorfina nos queratinócitos e ativando os receptores opióides. Ou seja, a ação anti-inflamatória e analgésica do óleo de copaíba é potente. Além de ser um imunoregulador para o organismo.


Vamos comparar as indicações terapêuticas dos fitocanabinóides e o óleo essencial ou a resina de copaíba?


Indicações terapêuticas dos CBDs são:

- anti-inflamatórios em potencial

- antioxidante celular

- tratar diabetes

- analgésico para espasmos neutorógicos e dores neuropáticas; artrite reumatoide

- tratar náuseas e enjoos

- esquizofrenia

- estresse pós traumático

- problemas cardiovasculares

- antipsicótico


Indicações terapêuticas da Copaíba são:

- Anti-inflamatório em potencial

- Antioxidante celular

- Antitumoral em potencial

- Neuroprotetor

- Cicatrizante

- Antisséptico de largo espectro

- Antibacteriano

- Analgésico para espasmos neutorógicos e dores neuropáticas; artrite reumatoide

- Reumatismo

- Antidiarreico

- Diurético

- Doenças de pele

- Clareamento da pele

- Problemas do sistema respiratórias

- tratar Endometriose

- Picada de cobra

- Sistema hepático


Com esta comparação dá para perceber que o óleo de copaíba, rico em Beta-Cariofileno, pode ser um substituto do Cannabis. Já é um óleo acessível à população, na loja Amor de Maynha nós o temos, de diversas marcas, inclusive, e não é um óleo caro.


Esta regulamentação da Anvisa, permitirá à população ter acesso ao cannabis, e eu espero que a indústria farmacêutica não super fature nos preços dos medicamentos.


E convido você a conhecer o óleo de copaíba, tanto a resina quanto o destilado, pois, além dos benefícios citados, tem um custo muito baixo no mercado.


Uau, muitas informações riquíssimas, não? Essa é a grandeza da Natureza, tanto do óleo de cannabis quanto do de copaíba.


E finalizo este estudo com a sensação de que o principal objetivo do uso dos canabinoides é a homeostase, ou seja, o equilíbrio dinâmico entre todos os sistemas do corpo para promoção de saúde, bem estar e vida feliz. E não seria este também o objetivo da Aromaterapia?


Sim!

.

NamaStê


P.S. de amor: Gravei uma live no Instagram sobre esse estudo que fiz e disponibilizei em nosso canal do Youtube.




#AmorDeMaynhaAromaterapia #AromaterapiaMaceio #OleosEssenciaisMaceio #Cannabis #Copaiba #EstudoAromatico

17 visualizações
  • Loja Virtual Aromática
  • WhatsApp da Loja Aromática
  • Instagram da Loja Aromática
  • WhatsApp da AromaEscola
  • Instagram da AromaEscola
  • FanPage Aromática
  • Twitter Aromático
  • YouTube Aromático

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

© 2023 por Stêffani Arcanjo, Aromatóloga - CRTH-BR 5542. Orgulhosamente criado com Wix.com para Amor de Maynha Aromaterapia

  • Loja Virtual Aromática
  • WhatsApp da Loja Aromática
  • Instagram da Loja Aromática
  • WhatsApp da AromaEscola
  • Instagram da AromaEscola
  • FanPage Aromática
  • Twitter Aromático
  • Branca ícone do YouTube